Padrão de Raça Basenji

Basenji

Raça: Basenji

Grupo: Cães de Caça e Presa

Função: Cão de Caça e Companhia

País de origem: África Central

Aprovado por: Osmir de Moraes Bastos - Presidente 

 

APARÊNCIA GERAL: de construção leve, animal aristocrático de ossatura fina, membros altos comparados ao seu comprimento, sempre equilibrado, alerta e inteligente. Cabeça enrugada com orelhas eretas, orgulhosamente portada sobre um pescoço bem arqueado. Peito profundo subindo para um esgalgamento bem definido, cauda firmemente enrolada, apresentando a figura de um cão bem balanceado, com a graça de uma gazela.

PROPORÇÕES IMPORTANTES: a distância entre o topo da cabeça até o stop, é ligeiramente maior do que a distância do stop a extremidade da trufa.

COMPORTAMENTO e TEMPERAMENTO: não late, mas não é mudo, tem um barulho próprio e especial, uma mistura de chortle (risadinha de desdém, chacota) com yodel (canto ou cantar em que se alternam abrupta e continuamente a voz normal e o falsete). Notável por sua limpeza em todos os sentidos. Uma raça inteligente, independente, mas afeiçoada e alerta. Pode ser indiferente com estranhos.

CABEÇA: rugas finas e profusas aparecem na cabeça quando as orelhas estão eretas; rugas nas laterais da cabeça são desejadas, mas não em exagero a ponto de formar barbelas. As rugas são mais evidentes nos filhotes, mas pela falta de sombra na pelagem, menos perceptíveis nos tricolores.

REGIÃO CRANIANA

Crânio: plano, bem cinzelado, largura média, afinando para a trufa. As linhas laterais do crânio afinam gradualmente para a boca, dando uma aparência plana às bochechas.

Stop: ligeiro.

REGIÃO FACIAL

Trufa: desejável trufa preta.

Maxilares e Dentes: maxilares fortes com uma perfeita, regular e completa mordedura em tesoura.

Olhos: escuros, de forma amendoada, inseridos obliquamente, de olhar distante e de expressão impenetrável.

Orelhas: pequenas, pontudas, eretas e ligeiramente inclinadas para a frente, de textura fina, bem inseridas para a frente no topo da cabeça. A ponta das orelhas são mais próximas do centro do crânio do que dos bordos externos da base.

PESCOÇO: forte e de bom comprimento, sem ser espesso, bem arqueado e ligeiramente cheio na base da garganta com uma curva graciosa acentuando o arqueamento. Bem inserido nos ombros, dando à cabeça um porte altivo.

TRONCO: balanceado.

Dorso: curto, nivelado.

Lombo: curto.

Peito: profundo. Costelas bem arqueadas, profundas e ovais.

Linha inferior: bem esgalgada.

CAUDA: inserida alta. A curva da nádega ultrapassa a raiz da cauda, dando uma aparência larga aos posteriores. O anel da cauda deitado firmemente sobre a garupa, forma uma curva simples ou dupla.

MEMBROS

Anteriores: pernas retas com ossos finos. Pernas em uma linha reta para o solo dando uma frente de largura média.

Ombros: bem colocados para trás, musculosos, porém, não carregados.

Cotovelos: bem ajustados ao peito. Vistos de frente, estão alinhados às costelas.

Antebraços: muito longos.

Metacarpos: de bom comprimento, retos e flexíveis.

Posteriores: fortes e musculosos.

Joelhos: de angulação moderada.

Pernas: longas.

Jarretes: bem descidos, não virando nem para fora, nem para dentro.

Patas: pequenas, estreitas e compactas, com almofadas profundas; dedos bem arqueados e unhas curtas.

MOVIMENTAÇÃO: pernas direcionadas para a frente com passadas fáceis, longas, sem esforço e cadenciadas.

PELE: muito flexível.

PELAGEM

Pelo: curto, brilhante e fechado, muito fino.

COR: puro preto e branco. Vermelho e branco. Preto, castanho e branco com “melon pips” (pintas castanhas sobre os olhos) e marcas castanhas no focinho e bochechas. Preto. Castanho e branco.

Tigrado (brindle): fundo vermelho com faixas pretas, estas faixas o mais claramente definidas possível.

Deve ter branco nas patas, no peito e na ponta da cauda. Pernas brancas, colar branco e “blaze” (faixa branca que vai do focinho até o occipital, passando pelo crânio entre as orelhas), são opcionais.

TAMANHO / PESO

altura ideal na cernelha: machos: 43 cm.

                                       fêmeas: 40 cm.

Peso ideal: machos: 11 kg.

                   fêmeas: 9,5 kg.

FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão.

- todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

NOTA:

- os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade