Padrão de Raça Flat Coated Retriever

Flat Coated Retriever

Flat Coated Retriever

Grupo: Cães de Caça e Tiro

Função: Cão de busca

País de origem: Grã-Bretanha

Aprovado por: Osmir de Moraes Bastos – Presidente

APARÊNCIA GERAL:  Flat-Coated Retriever  companheiro para família, versátil no trabalho de caça, com uma atitude feliz e ativa, de expressão inteligente e linhas limpas. É tradicionalmente descrito como capaz de mostrar potência sem mover-se pesadamente ou  arrastar-se, assim como, velocidade sem um cão esgalgado..

CARACTERÍSTICAS e TEMPERAMENTO:Generosamente dotado de capacidade natural de trabalho, otimismo e simpatia demonstrada por ação entusiasmada de sua cauda. É confiante e amável.

CABEÇA: longa e bem moldada.

REGIÃO CRANIANA

Crânio: plano e moderadamente largo.

Stop: ligeiro stop entre os olhos, de forma alguma acentuado, evitando uma aparência caída ou de focinho arrebitado.

REGIÃO FACIAL

Trufa: de bom tamanho, com narinas abertas.

Maxilares e Dentes: longos e fortes, capazes de carregar uma lebre ou um faisão, com uma perfeita, regular e completa mordedura em tesoura. Dentes saudáveis e fortes.

Olhos: tamanho médio, marrom escuro ou avelã, com uma expressão bem inteligente (olhos redondos salientes são altamente indesejáveis). Não inseridos obliquamente.

Orelhas: pequenas e bem inseridas, caídas rentes à cabeça.

PESCOÇO: a cabeça está bem inserida no pescoço, que é razoavelmente longo e livre de barbelas; inserido de forma simétrica e oblíqua nos ombros, encaixando-se bem no dorso para que permita ao cão farejar e  seguir facilmente a trilha.

TRONCO

Lombo: curto e quadrado. Juntas abertas são altamente indesejáveis.

Peito: profundo e razoavelmente largo com um tórax bem definido. Costelas dianteiras razoavelmente planas. Tronco com costelas robustas mostrando uma curvatura gradual e bem arqueada no centro, porém menos acentuado em direção aos anteriores e posteriores.

CAUDA: curta, reta e bem inserida, portada alegremente, mas nunca muito acima do nível do dorso.

MEMBROS

Anteriores: pernas dianteiras retas, com ossatura de boa qualidade.

Cotovelos: movimentam-se uniforme e no mesmo plano do peito.

Patas: redondas e fortes, com dedos fechados e bem arqueados. Almofadas grossas e fortes.

Posteriores: musculosos. Bem aprumados, vistos por qualquer ângulo.

Joelhos: moderadamente angulados.

Jarretes: moderadamente angulados, curtos. Jarretes de vaca são altamente indesejáveis.

Patas: redondas e fortes, com dedos fechados e bem arqueados. Almofadas grossas e fortes.

MOVIMENTAÇÃO: livre e fluente; alinhada tanto vista de frente; quanto por trás.

PELAGEM

Pelo: denso; de textura fina para média e de boa qualidade, a mais plana possível.

Pernas e cauda bem franjadas. A pelagem cheia, alcançada na maturidade, completa a elegância de um bom cão.

COR: somente preto ou fígado.

TAMANHO e PESO

Altura ideal: machos: 59    a   61,5 cm.

                            fêmeas:  56,5 a   59 cm.

Peso ideal em condição de trabalho:

machos:  27  a  36 kg.

fêmeas:  25  a  32 kg.

FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão e em suas habilidades para executar seu trabalho tradicional.

FALTAS DESQUALIFICANTES

– agressividade ou timidez excessiva.

– todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

NOTAS:

– os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal.

Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade