Padrão de Raça Setter Irlandês Vermelho e Branco

Setter Irlandês Vermelho e Branco

Raça: Setter Irlandês Vermelho e Branco

Grupo: Cães de Caça e Tiro   

Função: Cão de busca e Aponte

País de origem: Irlanda

Aprovado por: Osmir de Moraes Bastos - Presidente 

 

APARÊNCIA GERAL: Mais antigo do que o Setter Irlandês vermelho chama a atenção pela sua coloração branca e vermelha. Uma raça desenvolvida para o trabalho no campo e deve sempre ser julgada valorizando este ponto. É um cão forte, bem balanceado, atlético mas não pesado.   

COMPORTAMENTO e TEMPERAMENTO: O setter vermelho e branco é muito simpático, aristocrático, astuto, inteligente, confiável e facilmente treinado. Mostra uma atitude gentil e amiga, porém, por trás desta atitude deve­ ser perceptível a determinação, coragem e espírito grandioso. 

CABEÇA: larga em proporção ao corpo. 

REGIÃO CRANIANA 

Crânio: arredondado sem mostrar a protuberância occipital, como no Setter Irlandês Vermelho. 

Stop: marcado.

REGIÃO FACIAL 

Focinho: limpo e quadrado. 

Maxilares e Dentes: maxilares de comprimento iguais ou quase iguais. Dentes regulares, a mordedura ideal é em tesoura; mas em  torquês é aceitável. 

Olhos: de cor avelã escura ou marrom escuro; ovais, ligeiramente proeminentes e sem conjuntivas aparentes. 

Orelhas: inseridas ao nível dos olhos, colocadas bem para trás e pendentes junto à cabeça. 

PESCOÇO: O pescoço é moderadamente longo, bem musculoso, mas não muito grosso, levemente arqueado, livre de toda a tendência a barbelas.

TRONCO:  forte e musculoso. Linha Superior: forte e bem musculosa. Peito: profundo com costelas bem arqueadas. 

CAUDA: de comprimento moderado, não ultrapassando a ponta do jarrete. Forte na raiz e afinando em direção à ponta; sem aparência nodosa e portada ao nível ou abaixo da linha superior. 

MEMBROS: bem musculosos e com tendões aparentes; ossos fortes. 

ANTERIORES 

Ombros: bem inclinados. 

Cotovelos: livres, sem virar para dentro ou para fora. 

Antebraços: retos e vigorosos, com boa ossatura. 

Metacarpos: fortes. 

POSTERIORES: largos e fortes; dos quadris até os jarretes, são longos e musculosos.

Joelhos: bem angulados. 

Jarretes: bem descidos, sem virar para dentro ou para fora. Dos jarretes às patas, de comprimento moderado e fortes. 

PATAS: dedos bem fechados com abundância de pelos entre os dedos. 

MOVIMENTAÇÃO: no trote as passadas são largas, muito animada, elegante e eficiente. A cabeça portada alta. Os posteriores se movem com propulsão suave e poderosa. Os dianteiros se movem com grande alcance e se mantêm baixos. Vistos de frente ou por trás, a ação dos anteriores e dos posteriores (abaixo dos jarretes), movem­-se perpendicularmente ao solo, sem cruzar ou tricotar. 

PELAGEM 

Pelo: longo, fino e sedoso, franjado no posterior dos membros e na parte de fora das orelhas; também uma quantidade razoável nos flancos até o peito e garganta formando uma franja. Todos os pelos das franjas são retos, lisos e não encaracolados, mas ligeiras ondulações são permitidas. A cauda deve ser bastante franjada. Em todas as outras partes do corpo o pelo deve ser curto, liso e não encaracolados. 

COR: a cor de base é o branco com manchas vermelhas sólidas (ilhas bem definidas de cor vermelha), ambas as cores devem se mostrar extremamente vivas e viçosas. 

Pequenos salpicos sem pelos mesclados são permitidos ao redor da face e nas patas  até os cotovelos, e, nos posteriores, até os jarretes. Pelos mesclados, manchas salpicadas ou mosqueadas em qualquer outra parte do corpo são indesejáveis. 

ALTURA / PESO 

Altura desejável na cernelha: Machos: 62 a 66 cm. 

                                             Fêmeas: 57 a 61 cm. 

FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade.

FALTAS GRAVES 

-  qualquer macho e ou fêmea que não esteja em conformidade com a altura descrita neste padrão. 

FALTAS ELIMINATÓRIAS 

-  agressividade ou  timidez  excessiva. 

-  machos que não tenham os dois testículos aparentemente normais. 

-  embora salpicos, sem mescla de pelos, seja permitido ao redor da face e patas e nos membros anteriores até os cotovelos e, nos posteriores até os jarretes, salpicados, manchados ou mosqueados visíveis e em excesso em qualquer outra parte do corpo é uma falta eliminatória. 

NOTAS: 

-  os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal. 

-  todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade