Padrão de Raça Teckel Pelo Duro

Teckel Pelo Duro

ASPECTO GERAL - tronco longo, baixo, robusto, musculoso e pernas curtas. Cabeça empinada e expressão inteligente. PELAGEM - dupla uniformemente revestido com subpêlo uma barba no focinho, supercílios espessos e, orelhas com pêlo mais curto, quase macio, em contraste com o restante da pelagem. Na cauda e áspera e lisa, afinando sem tufos. A distancia o Teckel Pêlo Duro, lembra um Pelo Curto. COR - todas são permitidas. Manchas brancas no peito são indesejáveis No restante as mesmas características dos teckels Pelo Curto. CABEÇA - longa, contornos bem definidos, afinando suavemente para a ponta do nariz Sulco Sagital inexistente. Arcada superciliar bem marcada. CRÂNIO - pouco arqueado crista occipital oculta. STOP - quase inexistente (quanto mais sutil, mais típico). OLHOS - tamanho médio, ovais, inseridos lateralmente; a cor varia do marrom-avermelhado ao marrom quase preto para todas as cores. Olhos porcelanizados azuis ou perolados são tolerados nos cinza e nos arlequim. ORELHAS - inserção alta e para trás em toda sua extensão e de bom comprimento, planas com pontas arredondadas e com muita mobilidade. Portada caídas com as bordas anteriores tocando as faces.
FOCINHO - sutil e gradualmente arqueado. Maxilares fortes, com ossatura bem desenvolvida; abertura ampla iniciando-se na vertical dos olhos. TRUFA - preta, tolerando-se o marrom para os unicolores. Nos cinzas e nos brancos tolera-se a cor de carne. Nos brancos é preferível, trufa preta; longa e estreita, com narinas bem abertas. LÁBIOS - ajustados e aderidos; encobrindo a mandíbula. Comissuras labiais pouco marcadas. MORDEDURA - em tesoura. TRONCO - linha superior reta com a cernelha, alta. PESCOÇO - relativamente longo; musculoso; portando alta a cabeça, sem pregas ou barbelas. DORSO - forte e de novel com a cernelha marcada por um arco. LOMBO - curto, largo e firme, ligeiramente arqueado COSTELAS - longas diminuindo gradualmente na direção do lombo. PEITO - caixa torácica oval e ampla, antepeito forte e proeminente com uma depressão de cada lado do esterno e descido até a metade do abraço. VENTRE - bem esgalgado. GARUPA - longa, redonda e cheia, compacta e modelada e muito pouco angulada. MEMBROS - OMBROS - escápulas longas, obliquas, firmemente articuladas à caixa torácica; musculatura rija e modelada, ANTERIORES - braços do mesmo tamanho que as escapulas fazendo, com elas, um angulo reto. Trabalham rente ao tórax com movimentos livres. Antebraços curtos e sutilmente inclinados para dentro, musculatura poderosa e elástica, metacarpos levemente inclinados. A distância do peito ao solo é aproximadamente um terço da altura (2). Entre os carpos, a distancia é menor que entre as pontas dos ombros. de modo que os membros não são absolutamente paralelos. POSTERIORES - por trás, retos e paralelos, fêmur forte, de bom tamanho, fazendo angulo reto com o ilíaco. Articulação dos joelhos com boa massa, pernas curtas fazendo ângulo reto com a coxa. Musculatura firme. Tarsos volumosos e articulação dos jarretes com boa massa. Metatarsos com ossos longos, flexíveis e levemente arqueados na face anterior. PATAS - compactas, dedos fechados e bem arqueados com almofadas resistentes, unhas fortes e curtas, e todas as almofadas apoiadas. Unhas pretas nos cães pretos, e marrons ou pretas nos marrons. Sem ergôs. CAUDA - inserção na direção da espinha, mais grossa afinando gradualmente e fazendo suave curva. Moderado revestimento de pêlos, sendo mais longos na face ventral da cauda indica boa pelagem.

Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade