Padrão de Raça Lowchen

Lowchen

Raça: Pequeno Cão Leão -  Lowchen

Grupo: Cães de Companhia

Função: Cão de Companhia

País de origem: França

Aprovado por: Osmir de Moraes Bastos - Presidente

 

APARÊNCIA GERAL: um pequeno cão inteligente, animado e com uma expressão vivaz e alerta; no geral robusto, com boa ossatura, corpo curto e bem proporcionado, cabeça portada alta e silhueta afinada. O movimento é orgulhoso e determinado, acentuado pela flutuante juba da tosa de leão; as áreas não aparadas devem ser completamente naturais e de nenhuma forma elas podem ser moldadas. A tosa de leão é obrigatória em exposições.

PROPORÇÕES IMPORTANTES: o corpo é quadrado. O comprimento do tronco (da ponta do ombro até a ponta da nádega) é igual à altura na cernelha. O comprimento do focinho representa aproximadamente 2/3 do comprimento do crânio.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: muito carinhoso e obediente para com seus mestres, atento e receptivo, à vontade em todas as circunstâncias; capaz de se manter calmo e discreto sob comando.

Seu olhar franco e terno tenta conceber o que se espera dele.

CABEÇA: relativamente curta e bem larga do topo do crânio até o focinho; portada alta.

REGIÃO CRANIANA

Crânio: relativamente achatado; tão largo quanto longo.

Stop: moderadamente marcado.

REGIÃO FACIAL

Trufa: preta (pigmentação total é obrigatória), exceto para os de pelagem marrom e derivados. Neste último caso, a trufa é marrom escura (pigmentação total é obrigatória). A trufa é bem posicionada em linha com o prolongamento do focinho.

Focinho: bastante largo; reto.

Lábios: ajustados e pretos, exceto para os de pelagem marrom e derivados, nos quais os lábios são marrom escuro.

Maxilares / Dentes: dentes fortes; dentição completa com mordedura em tesoura (isto é, os incisivos superiores sobrepõem-se intimamente aos incisivos inferiores e são inseridos ortogonalmente aos maxilares). A ausência dos PM1 é tolerada.

Olhos: inseridos bem frontais; são grandes, muito escuros, redondos e bem espaçados (entre si); o olhar deve ser para frente. As pálpebras são totalmente pigmentadas.

Orelhas: inseridas baixas (no nível dos olhos). Moderadamente longas; capazes de alcançar quase a metade do comprimento do focinho se puxadas para frente; pendentes, bem franjadas. As franjas podem atingir, pelo menos, a ponta da trufa.

PESCOÇO: de bom comprimento, ligeiramente arqueado, fundindo-se suavemente nos ombros e cernelha.

TRONCO

Linha superior: reta.

Lombo: curto, largo e musculoso.

Peito: bem desenvolvido, abaixo dos cotovelos.

Linha inferior: bem definida.

CAUDA: inserida ligeiramente abaixo da linha superior. Portada elegantemente arqueada acima do dorso, mas sem tocá-lo. Somente a franja toca o dorso, tanto quando o cão está parado quanto em movimento.

MEMBROS

Anteriores: verticais.

Escápulas: bem inclinadas e móveis; omoplatas bem musculosas.

Cotovelos: próximos ao tronco.

Metacarpos: curtos e retos quando vistos pela frente; ligeiramente inclinados quando vistos pelas laterais.

Patas: pequenas e redondas; dedos fechados e bem arqueados.

Posteriores: verticais.

Pernas: bem musculosas; o comprimento da tíbia é igual ao do fêmur. A ponta da nádega (ísquio) é ligeiramente proeminente.

Jarretes: relativamente fortes; a ponta (do jarrete) esta situada aproximadamente à ¼ da altura na cernelha; angulação normal.

Metatarsos: robustos, perpendiculares ao solo.

Patas: pequenas e redondas; dedos fechados e bem arqueados.

MOVIMENTAÇÃO: animada, enérgica e com bom alcance; membros paralelos em movimento; cabeça orgulhosamente portada.

PELAGEM

Pelo: a pelagem é sedosa, longa, ondulada e densa, mas sem subpelo.

Cor: todas as cores e suas combinações são permitidas.

TAMANHO / PESO

Altura na cernelha: 26 a 32 cm, com uma tolerância de ± 1 cm.

Peso: aproximadamente 6 kg.

FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão.

FALTAS ELIMINATÓRIAS

  • cães agressivos ou extremamente tímidos.
  • despigmentação total ou parcial da trufa, lábios e pálpebras, ou outra cor que não a preta, ou marrom escura para os cães de pelagem marrom ou derivados.
  • trufa arrebitada.
  • ausência de um ou mais incisivos ou caninos.
  • ausência não consecutiva de mais de dois dentes (PM2, PM3, PM4 inferiores).
  • ausência consecutiva de dois dentes (PM2, PM3, PM4 inferiores).
  • ausência de um dente carniceiro (PM4 superior, M1 inferior) ou de outro molar, exceto os M3.
  • prognatismo superior ou inferior.
  • olhos: pequenos, de forma amendoada, salientes, muito claros ou porcelanizados.
  • entrópio; ectrópio.
  • orelhas: insuficientemente longas ou sem franjas.
  • cauda enrolada em anel.
  • pelagem: encaracolada, muito curta, falta de ondulações.
  • grave malformação anatômica.

Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

NOTA:

  • os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal.
Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade