Padrão de Raça Cesky Terrier

Cesky Terrier

Raça: Cesky Terrier

Grupo: Cães do Tipo Terrier

Função: Caça e Companhia

País de origem: República Tcheca

Aprovado por: Osmir de Moraes Bastos - Presidente

 

APARÊNCIA GERAL: terrier de membros curtos, formato retangular, pelos longos,  bem construído e bem musculoso, com pequenas orelhas caídas. 

MEDIDAS IDEAIS:                                      Machos          Femeas

Altura na cernelha:                                      29 cm           27 cm

Comprimento do crânio:                               21 cm           20 cm  

Largura do crânio:                                       10 cm             9 cm

 Perímetro torácico (atrás dos cotovelos)        45 cm           44 cm

 Comprimento do tronco                               43 cm           40 cm

 

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: equilibrado, manso, agradável e  alegre companheiro; fácil de treinar; um pouco reservado com estranhos; calmo e  gentilmente disposto. 

CABEÇA: de figura longa, boleada, cunha não muito larga, com o plano do crânio formando um stop bem marcado com a cana nasal. 

REGIÃO CRANIANA 

Crânio: moderadamente largo entre as orelhas e afinando levemente em direção  às arcadas supra­ orbitais. Protuberância occipital, fácil de apalpar; ossos da face  moderadamente proeminentes. Sulco frontal só um pouco marcado. 

Stop: aparente, sem ser acentuado. 

REGIÃO FACIAL 

Trufa: escura e bem desenvolvida. Deve ser preta nos Terriers com a pelagem cinza­ azulada, e cor de fígado nos Terriers marrom­-café claros.

Cana nasal: reta. 

Maxilares / Dentes: maxilares fortes. Mordedura em tesoura ou torquês; dentição  completa (a ausência de 2 M3 na mandíbula não deve ser penalizada). Dentes fortes alinhados e inseridos ortogonalmente aos maxilares. 

Lábios: relativamente grossos, bem ajustados. 

Bochechas: malares moderadamente proeminentes. 

Olhos: de tamanho médio, inseridos levemente profundos, com expressão amigável; bem recobertos por sobrancelhas. Marrom ou marrom escuro nos cães cinza ­azulados; marrom claro nos marrom ­café claros. Rimas das pálpebras pretas nos cães cinza­ azulados; cor fígado nos marrom-­café claros. 

Orelhas: de tamanho médio, caídas de forma a cobrir o orifício. Inseridas de preferência altas e caídas achatadas contra às faces. Em forma triangular, com o lado menor do triângulo na dobra da orelha. 

PESCOÇO: de comprimento médio,  forte, portado inclinado. A pele da garganta é um tanto solta,  mas sem formar barbela. 

TRONCO: alongado. 

Linha superior: arqueada porque o lombo e a garupa são sempre moderadamente arqueados. 

Cernelha: moderadamente pronunciada; pescoço inserido preferencialmente alto. 

Dorso: forte, de comprimento médio. 

Lombo: relativamente longo, musculoso, largo e ligeiramente arqueado. 

Garupa: fortemente desenvolvida, musculosa; garupa moderadamente angulada. 

Garupa ligeiramente mais alta do que a cernelha. 

Peito: mais cilíndrico que profundo; costelas bem arqueadas. 

Ventre: amplo e ligeiramente esgalgado. Flancos bem cheios.

CAUDA: o comprimento ideal é de 18 a 20 cm; relativamente forte e inserida baixa. 

Em repouso, portada pendente ou com uma ligeira curva na ponta; em alerta, a cauda é portada em forma de sabre horizontalmente ou mais alta. 

MEMBROS 

Anteriores: os membros anteriores são retos, paralelos e de boa ossatura. 

Ombros: musculosos. 

Cotovelos: de certa forma livres, não virados nem para dentro nem para fora. 

Patas: grandes; dedos bem arqueados e unhas fortes. Almofadas bem desenvolvidas e duras. 

Posteriores:  membros fortes, paralelos, bem angulados e musculosos. 

Pernas: curtas. 

Jarretes: relativamente altos,  fortemente desenvolvidos. 

Patas: menores que as anteriores. 

MOVIMENTAÇÃO: fluente, resistente, vigorosa, com boa propulsão. Galope mais para lento, porém duradouro. Os membros anteriores se  movimentam em linha reta. 

PELE: ajustada, grossa, sem rugas ou barbelas, pigmentada. 

PELAGEM 

Pêlo: longo, fi  no, porém  fi rme, ligeiramente ondulado, com o brilho da seda; não muito exagerado.

O Cesky Terrier é tosado à tesoura (clipping). Na região anterior da cabeça, o pêlo não deve ser aparado, formando assim sobrancelhas e barba. Na região inferior dos membros, na linha inferior do peito e ventre, também não deve ser aparado. Na preparação para exposições, o pelo da linha superior do pescoço, nos ombros e no dorso deve ter o comprimento máximo de 1cm a 1,5 cm; deve ser  mais curto nas regiões laterais do tronco e na cauda; bem curto nas orelhas e faces, na região inferior do pescoço, nos cotovelos, coxas e em torno do ânus. A transição entre as regiões tosadas e não tosadas deve ser suave e jamais abrupta. 

COR: o Cesky Terrier tem duas variedades de cor na pelagem: 

  •  cinza­ azulado (os filhotes nascem pretos). 
  •  marrom ­café claro (os filhotes nascem marrom chocolate). 

Em ambas as variedades de cor, são permitidas marcas amarelas, cinza ou brancas na cabeça (barba, bochechas), pescoço, peito, ventre, membros e em torno do ânus. 

Ocasionalmente pode ocorrer um colar branco ou branco na ponta da cauda. A cor básica, contudo, deve ser sempre predominante. 

TAMANHO 

altura na cernelha:  entre 25 e 32 cm. 

altura ideal: para  macho: 29 cm. 

para  fêmea:  27 cm. 

O peso deve permanecer entre 6 e 10 quilos. 

FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade. 

  •  construção fraca. 
  •  perda temporária da pigmentação na trufa (nariz de neve). 
  •  focinho fraco, curto ou afi lado; com dentes pouco desenvolvidos. 
  •  ausência de 1 incisivo; canino atrofi ado. 
  •  olhos muito grandes ou proeminentes. 
  •  orelhas muito grandes ou muito pequenas, com forma e porte diferentes dos descritos no padrão. 
  •  dorso muito longo ou muito curto. 
  •  membros anteriores tortos; frente incorreta. 
  •  pelagem muito fi  na ou muito grosseira. 

FALTAS DESQUALIFICANTES 

  •  ausência de mais de 4 dentes no total; ausência de 2 ou mais incisivos. 
  •  canino inserido na posição vestibular. 
  •  entrópio ou ectrópio. 
  •  perímetro torácico maior que 50 cm. 
  •  cauda enrolada ou portada sobre o dorso.
  •  pelagem longa e malhada em cães maiores de 2 anos. 
  •  pelagem grosseira ou enrolada; pêlo do tipo lanoso. 
  •  marcas brancas cobrindo uma área maior que 20%; estria branca na cabeça. 
  •  movimentação irregular, atravancada, movimentos intermitentes. 
  •  peso acima de 10 quilos ou abaixo de 6 quilos. 
  •  timidez, atitudes desequilibradas ou agressivas. 

NOTAS: 

  •  os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal. 
  •  todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento
Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade