Padrão de Raça Rastreador Brasileiro

Rastreador Brasileiro

Raça: Rastreador Brasileiro

Grupo: Cães de Caça e Presa/ Raças Brasileiras

Função: Cão de caça em Matilha e  de Faro

País de origem: Brasil

Aprovado por: Osmir de Moraes Bastos - Presidente

 

APARÊNCIA GERAL- Forte e rústico. Alegre, vivaz e não agressivo. Possui excelente olfato e capacidade venatória ( aptidão para a caça) acima da média. É muito resistente e persistente, atleta de grande resistência em terrenos acidentados e intempéries. Dócil e leal, ótimo caçador e rastreador.

Altura na Cernelha:

Macho: Altura Máxima - 67 cm.   Altura Mínima - 62 cm

Fêmea: Altura Máxima -  63 cm.   Altura Mínima - 58 cm

TEMPERAMENTO/COMPORTAMENTO -  tranquilo e equilibrado; apegado a seu dono e reservado com os estranhos, autoconfiante, intrépido e dócil, sem ser tímido nem agressivo.  Utilizado para rastrear e localizar animais de pelo, convive tranquilamente em Matilha, é calmo quando está com outros cães, atua em conjunto ou sozinho como cão de localização e faro. Atuando como cão de localização deverá apresentar pré-disposição para sinalização com URRO em vez de LATIDO.

PELE - É escura e frouxa pelo corpo

PELAGEM- Pelo raso, acamado, curto, denso e um pouco duro ao tato

CORES:

Azulino, fundo branco todo manchado de azul; os membros anteriores e posteriores podem ser manchados de castanho (semelhante ao Bluetick e ao Bleu de Gascogne); fundo branco com grandes manchas de uma ou duas cores, pretas ou castanhas (semelhante ao Foxhound americano e ao Walkerhound); cabeça, dorso, lombo e cauda pretos; peito, ventre e parte externa dos membros pardos (semelhante ao do Black and Tan Coonhound). A pele é escura e frouxa pelo corpo. Cães com fundo branco onde não possuam o “MANTO” escuro deverão apresentar manchas pretas ou castanhas  nas partes brancas. Cães totalmente brancos sem pintas ou manchas pelo corpo não serão aceitos. Desejável máscara na cor preto com marcação castanho.

REGIÃO CRANIANA

- Cabeça - mesaticéfalo, triangular, um pouco alongada

- Stop - pouco acentuado, olhando de frente não deve ser notado.

- Desejável occipital aparente.

- Sulco sagital com pouca marcação

- Arcadas supraciliares levemente aparentes e marcadas

- Cabeça ideal proporção crânio x focinho = 1:1.

- Focinho reto , podendo ser levemente romano e levemente mais longo que o crânio.

- Focinho curto é considerado falta desqualificante.

ORELHAS - longas, de inserção baixa caindo além da base do pescoço, moles e com as pontas arredondadas, o comprimento quando tracionada sem esforço deve alcançar o centro do focinho, sendo ideal as orelhas que atingem a lateral do nariz e indesejáveis as que ultrapassem a ponta do nariz.

OLHOS - escuros, amendoados e muito vivos, cães de coloração clara poderão apresentar olhos mais claros não ultrapassando a cor castanho e suas nuances.

Não são permitidos olhos azuis ou verdes.

TRUFA - nariz escuro, harmonioso com a pelagem, sem jaspeaduras, com trufa nasal levemente voltada para baixo as cores fígado ou vermelho não serão aceitos.

MORDEDURA – em tesoura, com dentição completa (42 dentes).Caninos de bom tamanho íntegros e fortes.

CONTORNOS – Ocular, nasal e labial devem apresentar pigmentação escura.

PESCOÇO - Forte e com leve barbela, nunca deve ser curto ou muito grosso.

 TRONCO

 - Linha superior – bem definida

- Cernelha – alta e forte

- Dorso - longo, musculoso, reto e forte

- Peito - tórax amplo e profundo para alojar coração e pulmões de bom tamanho

- Lombo – largo e forte

- Garupa – Ligeiramente obliqua

 MEMBROS

ANTERIORES - Ombros com ossos extremamente fortes, paralelos, pés largos e potentes, com solas resistentes e elásticas, unhas escuras ou claras.

POSTERIORES - Musculosos e de boa angulação, jarrete firmes, com angulações simétricas e moderadas, pés largos e potentes, com solas resistentes e elásticas, unhas escuras ou claras

CAUDA - em forma de sabre, sem desviar-se para os lados. Trazida baixa quando em repouso e em bandeira quando atento ou em movimento.

MOVIMENTAÇÃO - deve ser fluente, com boa cobertura de solo, com passadas amplas e balanceadas.

Ao trote pode erguer a cauda acima da linha do dorso.

FALTAS - qualquer desvio dos termos deste padrão deverá ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos sobre a saúde e o bem estar do cão.

FALTAS ELIMINATÓRIAS:

- as gerais e mais:

- orelhas curtas ou em forma de borboleta;

- cauda enrolada;

- ossos muito leves;

- falta de vivacidade;

- stop pronunciado;

- prognatismo e enognatismo.

- Focinho mais curto que o crânio

Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou comportamental deve ser desqualificado.

NOTA: os machos devem apresentar dois testículos de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade