Artigos

31/05/2018

Cane Corso

Majestoso, Inteligente e Imponente

Grupo 02: Cães de Trabalho

Função: Cão de Guarda e Companhia

País de Origem: Itália

Expectativa de Vida: 9=12 anos

Tamanho Macho/ Fêmea: 64 a 68 cm/ 60 a 64 cm

Peso Macho/ Fêmea: 45 a 50kg /40 a 45kg

 

Com um olhar alerta, uma poderosa cabeça e músculos proeminentes, não há quem não se intimide com um Cane Corso. Sua aparência imponente é sua primeira linha de defesa contra um intruso. Como disse um escritor “um ar discreto e ao mesmo tempo de absoluta competência, o tipo de comportamento que você espera de um guarda-costas, e essa é a marca registrada da raça”.

Os Cane Corsos são cães muito inteligentes, leais e sempre dispostos a agradar seus humanos, sendo muito fiéis a sua família. Como qualquer cão de guarda, uma boa sociabilização desde filhotes com outros cães e pessoas é vital para uma criação responsável.

 

HISTÓRIA DA RAÇA

O Cane Corso pertence a uma subcategoria de raças de trabalho chamada de Molossos, nome derivado de Molossi, uma antiga tribo Grega que acreditava ter criado um guardião gigante, cães do tipo Mastiff. Durante o auge do Império Romano, as legiões que subjugaram as regiões da Grécia, levaram estes cães gregos até a Itália e cruzaram com raças nativas italianas.

Os descendentes produzidos por essas cruzas, eram os ancestrais do Cane Corso e do Mastim Napoletano. O Cane Corso passou então a ser utilizado em conquistas do exército romano, e nas batalhas, estes destemidos cães atacavam as linhas inimigas carregando baldes de óleo flamejante nas costas. Supõem que originalmente o Cane Corso era mais pesado e maiores do que os exemplares elegantes exemplares atuais da raça.

Com o declínio do Império Romano, o Cane Corso não tinha mais guerras para travar, e começou então a adaptar-se a diversos tipos de trabalho. Eram utilizados na caça a javalis, agricultura, pecuária, e ganharam destaque na guarda de fazendas e galinheiros. Seu desempenho como guardião foi tão notório, que o Cane Corso esteve presente por um tempo em quase todas as fazendas do interior da Itália. Porém, com as constantes invasões da península italiana, as mudanças econômicas e a mecanização da agricultura, o número de Cane Corsos diminui drasticamente, levando a raça a beira da extinção no século XX.

No entanto, na década de 1970, um grupo de criadores italianos reuniram alguns espécimes restantes da raça, na tentativa de reviver o Cane Corso. Fundaram em 1983 a Sociedade de Amantes de Cane Corso, e na década seguinte, o Cane Corso já estava sendo exibido em exposições por toda a europa.

 

CARACTERÍSTICAS E CUIDADOS

O Cane Corso é um cão muito inteligente, que pode responde bem ao treinamento. São muito leais e amáveis a seus donos e familiares, mas como cães de guarda, costumam ser muito desconfiados com estranhos. Por ter esse extinto de guardião, é necessário uma boa socialização com pessoa e outros animais desde filhotes.

São cães muito grandes, portanto necessitam de um espaço igualmente grande, onde possam correr e se exercitar. Sua pelagem não requer tosa, e nem muitos cuidados sendo de fácil manutenção.

Consulte o padrão da raça: http://sobraci.com.br/padrao-de-raca-info.php?id=57

Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade