Artigos

30/11/2017

O que preciso saber antes de adquirir um filhote?

Principais pontos que devem ser verificados durante a busca por seu novo amigo.

Os cães estão cada vez mais presentes nos lares brasileiros. A convivência com eles preenche nossas vidas com amor, segurança e uma alegria que somente quem tem um cãozinho é capaz de entender. Isso tem feito com que um número crescente de pessoas se interessem em adquirir um filhote, porém é imprescindível que isso seja feito de maneira responsável e consciente. Por isso, selecionamos alguns pontos que devem ser verificados pelo futuro proprietário do cão durante a busca por seu novo amigo.
 
Tamanho do cão versus espaço
Muitas pessoas, no impulso de adquirir o cão dos seus sonhos, não levam em consideração que dependendo da raça ele irá crescer muito, e rápido! É fundamental buscar um cãozinho que seja compatível com o espaço que você poderá fornecer a ele. Por exemplo, se você mora em um apartamento, deve descartar a possibilidade de ter um cão de porte grande, e optar por um de tamanho pequeno que corresponda ao espaço que terá disponível. Isso evitará situações de estresse para o cão e para você.
 
Características da raça
Novamente neste ponto, devemos pensar bem e não agir pelo impulso. Cada raça canina possui características físicas e comportamentais próprias, e apesar de todos os cães serem excelentes companheiros, uns foram desenvolvidos para caça, outros para guarda, outros para esporte, e isso deve ser respeitado. Se você precisa de um cão de guarda, não deve adquirir um Golden Retriever, e se quer um cão para correr com você, o Buldogue Inglês não irá te acompanhar. Ao se interessar por uma raça, pesquise bem suas características e pergunte a si mesmo se você será um bom companheiro para ela.
 
Planeje as despesas
Um cão precisa de alguns cuidados, e isso trará novas despesas. Ele precisa de uma ração de qualidade, vacinas, vermifugação, e dependendo da raça, precisará de banhos semanais. Pesquise bem tudo isso e tenha certeza de que poderá arcar com todas essas despesas fixas, além de possíveis imprevistos, caso seu cão fique doente e precise de cuidados veterinários.
 
Pesquise o criador
Depois de pesquisar bem sobre a raça desejada e ter certeza de que poderá fornecer tudo o que ela precisa, é hora de procurar um bom criador. Neste ponto, o bom criador é aquele que está preocupado com a saúde dos seus filhotes, que fornece uma boa alimentação a eles, cuida de suas matrizes e padreadores, e faz uma boa seleção para o desenvolvimento da raça.
Pesquise o preço médio da raça que pretende adquirir, e caso você encontre um cão sendo vendido a um valor muito abaixo disso, é melhor investigar um pouco mais. Bons criadores não se preocupam somente com o lucro, eles despendem muito tempo no cuidado com seus cães, fornecendo uma alimentação de qualidade, estudando bem a raça para produzir bons exemplares, vacinando, vermifugando, etc., e isso consequentemente resultará em um preço mais elevado de seus filhotes.
Um bom criador também se preocupa com a linhagem dos seus cães, para que a raça continue se desenvolvendo e que seu trabalho seja registrado. Portanto, todo bom criador fornece o pedigree de seus cães, não cobrando à parte o valor deste documento ou dizendo que o fornecimento do pedigree é opcional.
Se possível, conheça o canil e os pais do seu futuro cãozinho para que tenha mais segurança.
 
Estas são algumas dicas fundamentais que devem ser consideradas na busca por um filhote. Lembrando que proprietários responsáveis contribuem para que haja mais criadores responsáveis. Cães são vidas que nos fornecerão muitas alegrias, e comprá-los ou adotá-los é uma opção, mas não abandoná-los e fornecê-los tudo o que eles necessitam é uma obrigação.
Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade