Artigos

03/05/2017

Parvovirose

O que todo criador deve saber

Parvo é o pior pesadelo dos filhotes e criadores. Em questão de dias, ela pode levar um cão perfeitamente saudável para fatalmente doente. É uma doença evitável, entretanto é muito importante que os proprietários dos cães conheçam os riscos, como evitar o vírus e como tratá-lo.
 
O que é a Parvovirose?
Parvo é um vírus altamente contagioso, que causa uma doença gastrointestinal em filhotes e cães jovens, e se não tratada pode ser potencialmente fatal.
Parte do que torna o vírus tão perigoso é a facilidade com que se espalha através da população canina. O vírus se espalha por contato direto com um cão infectado, ou através das fezes. Um cão infectado pode começar a espalhar o vírus quatro a cinco dias após a exposição – bem antes de começar a exibir quaisquer sinais clínicos de infecção.
 
Sintomas
- Diarréia com sangue;
- Letargia;
- Anorexia;
- Febre;
- Vômito;
- Perda de peso;
- Fraqueza;
- Desidratação.
 
Ao apresentar qualquer um desses sintomas, contate o seu veterinário.
 
Como previnir?
Parvo é uma doença evitável, mas mesmo os cães vacinados não são 100% protegidos contra o vírus. Vacinas para a parvovirose são recomendadas para todos os filhotes e, ao tomar todas as doses com os cuidados necessários, seu cãozinho estará protegido.
Se você tem um filhote que ainda não foi vacinado ou não recebeu todas as doses da vacina, não o leve em lugares em que outros cães possam ter introduzido o vírus. Embora seja tentador levá-lo a todos os lugares com você, essa é uma fase crítica e a saúde dele deve vir em primeiro lugar.
Compreender como evitar e a severidade desse vírus é primordial para prevenir a propagação do mesmo. Seja um criador responsável, vacine seus cães na idade correta e não permita que eles convivam com cães ainda não vacinados.
Lembre-se: ao apresentar qualquer um destes sintomas, leve o seu cãozinho imediatamente a um veterinário.
Designer by Neoware - Criação e Desenvolvimento de Websites e Sistemas - Desafie nossa Criatividade